Rumsfeld chega a Bagdá

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 30 de abril de 2003 as 09:30, por: cdb

O secretário da Defesa dos Estados Unidos, Donald Rumsfeld, chegou a Bagdá nesta quarta-feira e declarou ao povo iraquiano que as forças lideradas por Washington querem ajudá-lo a fazer a transição da “tirania para a liberdade”.

Viajando ao Iraque três semanas após suas tropas tomarem a capital, Rumsfeld gravou um discurso em um dos palácios de Saddam Hussein, transformado em quartel-general norte-americano .

“A coalizão tem o compromisso de lhes ajudar a assumir o controle de seu país e fazer a transição da tirania para a liberdade”, afirmou.

“Nosso objetivo é restaurar a estabilidade e a segurança para que vocês possam formar um governo interino e futuramente um governo iraquiano livre – um governo de sua escolha”.

“Nós permaneceremos o quanto for necessário, e nem mais um dia, para ajudá-los a realizar isso”, reiterou.

A mais importante autoridade do Governo Bush a ir ao Iraque desde a invasão, Rumsfeld se encontrará com o general reformado Jay Garner, nomeado por Washington para chefiar a administração civil do país.

O itinerário de sua viagem pelo Golfo Pérsico está sendo mantido em sigilo por razões de segurança.

O secretário havia anteriormente voado do Kuwait para Basra, a segunda maior cidade do Iraque, a fim de se encontrar com comandantes das forças britânicas operando no sul do país.

Em Basra, Rumsfeld lembrou ter visitado o Iraque pela última vez há 20 anos.

Como enviado do então presidente Ronald Reagan, Rumsfeld manteve conversações com Saddam Hussein e outras autoridades em Bagdá, numa época em que os Estados Unidos e o Iraque tentavam conter o vizinho Irã, atacado por forças iraquianas em 1980, numa guerra que durou até 1988.