Rumsfeld acusa Iraque de violar a Convenção de Genebra

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 23 de março de 2003 as 14:08, por: cdb

O secretário de Defesa dos Estados Unidos, Donald Rumsfeld, afirmou neste domingo, que as imagens da televisão iraquiana que mostram prisioneiros de guerra americanos são uma violação da Convenção de Genebra.

Em declarações concedidas à rede de televisão CBS, Rumsfeld disse que a Convenção de Genebra proíbe que os prisioneiros de guerra sejam fotografados ou humilhados.

Por isso, as imagens da televisão iraquiana representam “uma violação da Convenção de Genebra”, que estabelece as regras para o tratamento dos prisioneiros de guerra.

Rumsfeld fez essas declarações pouco depois de a televisão iraquiana transmitir imagens de vários prisioneiros, alguns dos quais foram entrevistados em inglês, enquanto outros pareciam estar feridos ou mortos.

Segundo o Pentágono, aproximadamente dez soldados americanos foram dados por desaparecidos na região de Nasiriya, no sudeste do Iraque.

O general Richard Myers, chefe do Estado Maior Conjunto dos EUA, admitiu, em declarações à rede de televisão Fox News, que as forças “estão tentando encontrar” alguns soldados desaparecidos.

Myers não especificou o número de americanos desaparecidos, e disse que “achamos que são menos de dez”.

A rede de televisão ABC informou de Doha (Catar), onde fica o quartel-general aliado, que há onze desaparecidos.