Rubinho perde por falta de gasolina

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 6 de abril de 2003 as 17:12, por: cdb

A prova, que teve 54 voltas, 17 a menos do que o normal, foi vencida pelo finlandês Kimi Raikkonen, da McLaren. Cristiano da Matta, da Toyota, ficou em décimo, único brasileiro a terminar a corrida.

Após assumir a liderança do Grande Prêmio do Brasil, em Interlagos, o carro de Barrichello sofreu uma pane por falta de combustível e o piloto foi obrigado a largar a corrida na 47° volta.

“Não sei explicar o que houve. Sei que estou bem tecnicamente, mas deve estar faltando algo superior”, disse o brasileiro.

Seu companheiro de equipe, Michael Schumacher, também abandonou depois que seu carro rodou na pista e se chocou contra o muro de proteção.

O GP do Brasil foi encerrado na volta 54, 17 antes do previsto, por causa de acidentes envolvendo o piloto australiano Mark Webber, da Jaguar, e o espanhol Fernando Alonso, da Renault. A vitória foi do finlandês Kimi Raikkonen, da McLaren, que aumenta a vantagem na liderança com 26 pontos seguido de seu companheiro de equipe David Coulthard, com 15. O brasileiro Cristiano da Matta, da Toyota, terminou em décimo.

Com a vitória, o piloto da Mclaren segue em primeiro no Mundial com 26 pontos. Seu companheiro, David Coulthard, foi o quarto colocado e está em segundo na classificação, com 15. Fernando Alonso, que soma um ponto a menos, é o terceiro, enquanto o italiano Jarno Trulli é o quarto com nove. Barrichello divide a quinta posição com Schumacher, Fisichella e Montoya, todos com oito pontos.

Confira a ordem de chegada do GP do Brasil de Fórmula 1

1) Kimi Raikkonen (FIN) – McLaren

2) Giancarlo Fisichella (ITA) – Jordan

3) Fernando Alonso (ESP) – Renault.

4) David Coulthard (ESC) – McLaren

5) Heinz-Harald Frentzen (ALE) – Sauber

6) Jacques Villeneuve (CAN) – BAR

7) Mark Webber (AUS) – Jaguar

8) Jarno Trulli (ITA) – Renault

9) Ralf Schumacher (ALE) – Williams

10) Cristiano da Matta (BRA) – Toyota