Roy Keane ainda não decidiu se voltará a jogar pela Irlanda

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 10 de fevereiro de 2003 as 17:55, por: cdb

O novo técnico da Irlanda, Brian Kerr, disse que não vai pressionar o capitão do Manchester United, o volante Roy Keane, a decidir seu futuro na seleção após o jogador ter sido cortado do grupo durante os treinos para a Copa de 2002.

Kerr, que está preparando a equipe para o amistoso de quarta-feira contra a Escócia, encontrou-se com Keane na última quinta-feira, o que ele descreveu como uma reunião importante.

Keane não disse publicamente se vai voltar a jogar pela seleção de seu país, após ser mandado de volta para casa um dia antes do começo da última Copa.

“Tivemos uma reunião, como todo mundo sabe. Mas até chegarmos a uma decisão não falaremos sobre o assunto”, disse Kerr aos repórteres.

“Diria que fiz uma parte importante, que era ter o encontro. Não quero ser evasivo, mas vocês entendem que é uma situação delicada e não seria bom falar sobre isso publicamente. Não falo sobre o assunto até que ele se resolva”, disse Kerr.

Keane foi cortado da seleção irlandesa antes do começo do Mundial após uma discussão com o então técnico Mick McCarthy.

O capitão do Manchester disse na época que nunca mais jogaria pelo seu país enquanto o técnico fosse McCarthy -que deixou o comando da seleção em novembro.