Roubo de arte na Grã-Bretanha pode ter sido protesto

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 28 de abril de 2003 as 14:52, por: cdb

O roubo de obras de arte estimadas em um milhão de libras (1,6 milhão de dólares) pode ter sido um ato para protestar contra a fraca segurança de uma galeria britânica, disseram nesta segunda-feira fontes ligadas à investigação.

Três pinturas que podem ser as obras roubadas de Van Gogh, Picasso e Gauguin foram encontradas nesta segunda-feira enroladas em um tubo atrás de um banheiro público, depois de uma pista dada a polícia.

As fontes afirmaram que uma mensagem foi encontrada com as pinturas dizendo que o ladrão quis chamar a atenção para o que ele chama de pobre segurança na galeria de arte de Whitworth, em Manchester, da onde foram roubadas as obras no final de semana.

A polícia confirmou que havia uma mensagem mas, recusou-se a comentar seu conteúdo. Anteriormente, ela disse que o roubo havia sido “bem planejado”.

Especialistas de Whitworth, uma das principais galerias de Manchester, estão examinando as obras para ver se são as “As fortificações de Paris com casas”, de Vincent van Gogh, “Pobreza”, de Pablo Picasso, e “Paisagem tahitiana”, de Paul Gauguin.

Algumas pessoas comentaram que as pinturas podem ter sido danificadas pelas fortes chuvas.

Representantes da galeria Whitworth não estavam disponíveis de imediato para declarações.