Rosinha não vai pedir moratória

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 4 de janeiro de 2003 as 19:30, por: cdb

A governadora do Rio de Janeiro, Rosinha Matheus, descartou a possibilidade de um pedido de moratória para o estado e adiantou que vai tentar, com a Assembléia Legislativa, a antecipação da liberação dos royalties do petróleo. Segundo a governadora, esta medida emergencial garantiria uma receita de R$ 300 milhões para serem usados no pagamento dos salários do funcionalismo de dezembro.

Rosinha confirmou o arresto de R$ 86 milhões do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) do governo estadual e admitiu que a medida já era esperada. Mas afirmou que preferia o bloqueio do repasse de verbas do governo federal para o estado e não o do dinheiro da receita estadual proveniente da arrecadação do tributo.