Rosinha demite 40, divide Secretaria da Fazenda e aumenta fiscalização

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 20 de janeiro de 2003 as 17:08, por: cdb

A governadora do Rio, Rosinha Garotinho, anunciou hoje a divisão da área da Fazenda em duas secretarias. Todos os funcionários que ocupavam cargos de chefia nomeados na última semana foram exonerados, o que corresponde ao afastamento de cerca de 40 superintendentes que deverão ser substituídos em caráter provisória até a nomeação de novos nomes.

A mudança entra em vigor a partir de amanhã, quando a decisão será publicada no “Diário Oficial do Estado”. Os nomes dos exonerados também serão publicados.

Mario Tinoco, que ocupava a secretaria de Fazenda, passará a comandar a secretaria de Finanças, que ficará responsável pelos pagamentos do setor público e da negociação dos contratos do Estado com a União.

A governadora também criou a secretaria das Receitas Estaduais, que ficará responsável pela arrecadação do Estado. Para a pasta, foi nomeado o procurador de Justiça, Virgílio Augusto da Costa Val, que assume amanhã e que terá total autonomia para investigar e afastar funcionários que não sejam de sua confiança.

Rosinha anunciou ainda que irá montar uma Corregoria Tributária que estará subordinada à secretaria da Receita Estadual. O nome de quem será responsável por este departamento ainda não foi definido e deve ser indicado por Costa Val até o final do mês.

Também haverá uma reestruturação das atuais inspetorias e uma descentralização da atual estrutura do sistema de fiscalizaão do governo.