Rosa Chá faz desfile inédito e brilha em Nova York

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 20 de setembro de 2002 as 21:59, por: cdb

Foi um momento divisor de águas para a moda brasileira no mercado internacional. A Rosa Chá conseguiu reunir celebridades de calibre inédito para uma marca nacional no desfile realizado em Nova York na manhã de quinta-feira.

Bono Vox, Donald Trump, David Copperfield, Patrick Demarchelier, André Leon-Talley e outros nomes famosos foram conferir a moda-praia da grife paulista, que ganhou ajuda de Naomi Campbell e sua nova empresa de promoção, NC – Connects.

O que a Rosa Chá mostrou foi um aperfeiçoado movimento de conquista do mercado internacional. Amir Slama, que desfilou pela primeira vez na cidade em 2000 e teve seu evento do ano passado cancelado por conta dos atentados terroristas, sabe que não basta aportar na cidade e promover um desfile. Em meio a tanta concorrência, aprendeu que é preciso montar um esquema muito mais complexo, em sintonia com profissionais americanos.

Assim, o desfile foi realizado no restaurante/salão de eventos Cipriani, na 42nd Street, que já serviu de locação para desfiles de Marc Jacobs e festas como a de Sean “P.Diddy” Combs no último Video Music Awards, da MTV.

Naomi Campbell foi contratada para abrir o desfile (deslumbrante, como sempre), convidar amigos famosos e promover uma festa. Nos bastidores, o esquema era tão americanizado que cabeleireiros e maquiadores tinham seus próprios assessores de imprensa – mais um sinal do poder do marketing na moda internacional.

Acima de tudo, Slama sabe que não é preciso exagerar na dose de brasilidade, sob pena de cair na caricatura regional – e aí é que a Rosa Chá fez sua maior colaboração para a moda internacional. Já é o suficiente mostrar estampas brasileiras, incluir um remix do hino nacional na trilha sonora e contratar um casting com formas vistas nas praias do Atlântico sul.

Em nenhum momento a marca apela para o carnavalismo exagerado para turista ver – estratégia adotada por outros estilistas brasileiros no São Paulo Fashion Week de julho.

O desfile, que já havia sido realizado no Brasil, mostra uma coleção cheia de referências contemporâneas, recortes modernos, misturas de materiais tecnológicos com artesanais, estampas tanto brasileiras quanto discretas e formas para agradar corpos do mundo todo.

Na noite de ontem, Campbell, que havia desfilado ao lado do novo namorado, o venezuelano Enrique Palacio, foi a cicerone de uma festa no restaurante/lounge Man Ray, no bairro de Chelsea. Desta vez, o evento teve menos celebridades, mas contou com uma enxurrada de modelos e candidatos a modelos.

Os biquínis da Rosa Chá podiam ser vistos em sambistas que dançavam em cima de mesas, em referência ao restaurante/fenômeno Favela Chic, de Paris. Uma longa fila na porta confirmava que o orçamento investido no evento deve render muitos frutos para a marca.