Ronaldo classifica o Real Madri

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 23 de abril de 2003 as 20:09, por: cdb

Ronaldo precisou esperar quase cinco anos, mas conseguiu sua vingança contra o goleiro francês Barthez. O atacante brasileiro marcou os três gols do Real Madrid na derrota por 4 a 3 diante do Manchester United, nesta terça-feira, na Inglaterra.

O resultado colocou o clube espanhol nas semifinais da Liga dos Campeões da Europa, e eliminou a equipe defendida pelo goleiro francês, algoz da seleção brasileira na final da Copa do Mundo de 1998.

Antes daquele jogo, Ronaldo sofreu uma crise nervosa e não foi bem em campo. Depois de passar por duas cirurgias no joelho e recuperar seu bom futebol, o atacante brasileiro chegou a afirmar que gostaria de obter sua redenção marcando um gol sobre Barthez na Copa de 2002.

Ronaldo acabou não tendo a chance de realizar seu desejo no Mundial, mas não desperdiçou a oportunidade na Liga dos Campeões.

Graças aos seus três gols nesta terça, o Real Madrid venceu o confronto por 6 a 5 e vai encarar a Juventus na disputa por uma vaga na final. O clube espanhol, que ganhou três das últimas cinco edições da competição, busca o seu décimo título europeu.

O jogo
Precisando vencer por pelo menos dois gols de diferença para avançar às semifinais, o Manchester United partiu para o ataque logo no início da partida.

Aos 4min, o atacante holandês Ruud van Nistelrooy escapou pela direita, passou por dois zagueiros do Real Madrid e bateu cruzado, mas o goleiro Casillas fez grande defesa.

A resposta do time espanhol veio oito minutos depois. Guti recebeu livre no meio e lançou Ronaldo na direita. O brasileiro chutou de primeira, sem chances para o goleiro Barthez, fazendo 1 a 0.

Sentindo a falta de David Beckham, o Manchester teve problemas para armar suas jogadas ofensivas e chegou a irritar sua torcida. Aos 20min, Ronaldo recebeu outra vez pela direita e rolou para Figo. O português pegou mal na bola, mas por pouco não enganou Barthez.

Explorando a boa fase de Nistelrooy, o Manchester apertou a marcação nos minutos finais e passou a pressionar em busca do empate.

Aos 42min, o norueguês Solskjaer recebeu na área pela direita e tocou para o meio. Nistelrooy completou para as redes e fez 1 a 1. Três minutos depois, o atacante holandês teve outra boa chance, batendo de dentro da área, mas Casillas fez grande defesa.

O Real Madrid voltou melhor para o segundo tempo. Logo aos 3min, Ronaldo iniciou a jogada e lançou Michel Salgado na direita. O lateral foi à linha de fundo e fez o cruzamento, mas McManaman errou a finalização.

Dois minutos mais tarde, Figo recebeu pela esquerda, invadiu a área, driblou dois zagueiros do time inglês e tocou por cobertura. A bola acertou o travessão.

No lance seguinte, Zidane encontrou Roberto Carlos na esquerda. O brasileiro tocou para o meio, e Ronaldo apareceu para colocar o Real Madrid novamente na frente.

Valente, o Manchester United não se entregou e respondeu rápido. Aos 7min, Verón fez jogada pela esquerda e mandou para a área. O zagueiro Helguera tentou cortar e mandou para dentro do gol, por entre as pernas do goleiro Casillas, empatando o placar.

Três minuitos depois, Verón recebeu na entrada da área, cara a cara com Casillas. O meia argentino bateu forte, mas o goleiro espanhol fez outra grande defesa.

A alegria inglesa, porém, só durou até os 13min. No contra-ataque, Ronaldo recebeu na intermediária, carregou a bola em direção ao gol e bateu de fora da área para fazer 3 a 2.

Precisando de mais quatro gols para evitar a eliminação, o técnico do Manchester finalmente colocou o meia David Beckham em campo. Logo em sua primeira chance, aos 25min, Beckham empatou a partida após cobrar falta com perfeição.

Aos 39min, Nistelrooy puxou contra-ataque pela esquerda, passou pela zaga do Real e bateu para o gol. A bola desviou em Casillas, e Beckham apareceu para empurrar e fazer o quarto do Manchester. O time inglês ainda teve outras chances de marcar, mas o placar terminou mesmo em 4 a 3.

Local: estádio Old T