Romário é recebido com festa em Doha

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 27 de fevereiro de 2003 as 20:32, por: cdb

O atacante brasileiro Romário foi recepcionado com pompa pelos dirigentes de seu novo time, o Al-Sad, de Doha, capital de Catar, nesta quinta-feira, com o qual assinou um contrato de três meses e 1,5 milhão de dólares.

Em sua chegada a Doha, Romário, de 37 anos, recebeu um colar de flores e, ao se encontrar com os dirigentes do Al-Sad, ganhou um ramalhete de flores e um cachecol com as cores do time (branca e preta).

Os dirigentes do Al-Sad também cortaram, junto com Romário, um enorme bolo, que continha a foto do jogador de um lado e o emblema do time do outro.

“Desejamos que todos os clubes de Catar tragam grandes jogadores como o Romário para o benefício do torneio”, disse o porta-voz do clube, Mohammed Ghanem.

Romário, por sua vez, disse que espera estar à altura do novo time e ter um bom desempenho.

Além disso, declarou que não teme uma possível guerra contra o Iraque, apesar de seu contrato ter uma cláusula que o autoriza voltar ao Brasil no caso de um conflito armado.

Romário, que participou da conquista do tetracampeonato mundial com a seleção brasileira de futebol, na Copa do Mundo de 1994, nos Estados Unidos, integrará o Al-Sad das quartas-de-final da Liga de Clubes Campeões da Ásia, entre 9 e 15 de março, em Al-Ain, nos Emirados Árabes Unidos, e também dos jogos do torneio local.

O atacante, que atuava no Fluminense, no Rio de Janeiro, já atuou no Vasco da Gama e no Flamengo, além do PSV Eindhoven, na Holanda, no Barcelona e no Valência, da Espanha.