Romário é absolvido da pena por doping

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 14 de fevereiro de 2008 as 16:17, por: cdb

O atacante Romário foi absolvido da pena por doping nesta quinta-feira, por unanimidade. O recurso do Baixinho foi julgado no Pleno do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) durante 2h15m. Desta forma, o craque está liberado para voltar a jogar.

Romário foi suspenso por 120 dias pelo uso de um comprido contra queda de cabelo que continha a substância finasterida. A punição começou no dia 5 de dezembro de 2007.

O baixinho chegou às 13h para acompanhar a sessão e sentou na segunda fila. Como o Vasco desistiu de defendê-lo, o jogador contratou o advogado Mário Pucheu para assumir o caso. O jogador do Vasco esclareceu que é usuário da finasterida há dez anos, mas nunca foi pego nos exames. Ele destaca também que no dia do jogo contra o Palmeiras, pelo Brasileirão 2007, comunicou aos médicos do clube sobre o uso do medicamento.

O atacante do Vasco começou a chorar ao comentar o difícil momento na carreira. O presidente do STJD, Rubens Approbato, pediu água para o atacante se acalmar. Romário tentou voltar a falar por três vezes, mas não conseguiu. Approbato, então, resolveu interromper a sessão por cinco minutos para o atacante se recompor.

O procurador geral do STJD, Paulo Schmitt, diz que a finasterida continua sendo uma substância proibida e é um agente mascarante. A procuradoria faz suas considerações e pede a manutenção da pena de 120 dias.