Romário com a cabeça no Tricolor

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 22 de fevereiro de 2003 as 18:09, por: cdb

O atacante Romário, que está prestes a deixar o Fluminense por um contrato milionário de 100 dias com o futebol do Qatar, continua mantendo o suspense sobre sua transferência. O jogador, no entanto, diz que, por enquanto, só pensa no Tricolor e na partida deste domingo contra o Botafogo.

Na manhã deste sábado, Romário esteve nas Laranjeiras, onde realizou um trabalho de reforço muscular com o preparador Armando Marcial e, à tarde, se concentrou com vistas ao clássico deste domingo.

O Baixinho, aliás, manifestou interesse pelo jogo do Flu, na próxima quarta-feira, contra o Americano, o que deixa em aberto a possibilidade do craque não fazer sua despedida do Tricolor no clássico Vovô.

Numa entrevista ao Jornal do Brasil, Romário disse ainda não está nada resolvido quanto à sua ida para o Qatar, mas admite que a proposta para tira-lo do Rio é tentadora e que é difícil deixar a cidade: “É difícil mesmo. Mas, pelo dinheiro que é. Se eu for, vou ficar 100% infeliz. Mas, na volta, serei 80% mais feliz e 20% mais rico”, disse o jogador, acrescentando que volta para o Flu em junho, quando terminar o contrato no Qatar.

Nos próximos dias, o futuro do jogador será definido. Para o negócio ser concretizado falta ainda um ok do Fluminense, que seria ressarcido pela perda de Romário, que tem contrato com o Tricolor até dezembro. “Essa é uma das condições para o negócio sair. Tenho muita gratidão pelo Fluminense e não seria justo que o clube não recebesse nada. O Flu vai receber e olha que não é pouco dinheiro não”, adiantou o Baixinho.