Robert mal chega e já abandona o Fla

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 14 de setembro de 2002 as 00:44, por: cdb

Após posar com a camisa do Flamengo e manifestar a vontade de estrear contra o Atlético-MG, no próximo dia 22, o atacante Robert abandonou o clube. Nesta sexta-feira, o jogador era esperado na Gávea para treinar com o grupo, mas não apareceu.

Robert ficou irritado ao tomar conhecimento, na última quinta-feira, através dos repórteres, que a oficialização de sua contratação ainda dependia do aval do técnico Evaristo de Macedo. O treinador pretendia observar o jogador durante os treinos para, aí sim, concordar ou não com a aquisição do novo reforço.

“Conversei duas vezes com o Evaristo e ele não me falou que seria observado. Para mim, ainda não assinei contrato porque estou esperando os exames médicos. Estou tranqüilo, e é melhor deixar as coisas acontecerem. Vou falar com meu empresário e ainda não sei se vou me submeter a esse teste”, afirmou o jogador, na quinta-feira.

Esse é apenas mais um fiasco da diretoria do Flamengo. O primeiro envolveu Romário, que já falava como jogador do clube. Numa reunião, no entanto, os conselheiros vetaram a volta do Baixinho. Pressionados pelo presidente Gilberto Cardoso Filho, o conselho deliberativo voltou atrás, mas já era tarde demais.

Enquanto um novo encontro, para tratar exclusivamente do assunto Romário, acontecia na Gávea, o craque anunciava que defenderia o Fluminense no Campeonato Brasileiro.

Depois, foi a vez de Pena trocar o Rubro-negro pelo Strasbourg, da França. A contratação foi anunciada, o jogador era esperado na Gávea, mas em cima da hora o Porto, de Portugal, desistiu do negócio.

Além desses casos, jogadores anunciados como prováveis reforços não vieram. Casos de Viola, que está no futebol turco, Robert, do Santos, Guilherme, agora no Corinthians, e Rodrigo Mendes, que preferiu permanecer no Grêmio, engordam a lista de trapalhadas da diretoria rubro-negra.