RJ registra menor índice de homicídios dolosos em 21 anos

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 12 de dezembro de 2012 as 10:22, por: cdb

O número de vítimas de homicídios dolosos (quando há a intenção de matar) no Estado do Rio de Janeiro, no acumulado entre janeiro e outubro deste ano, foi o menor comparado com os dados de toda a série histórica, iniciada em 1991. Os índices de criminalidade serão divulgados nesta quarta-feira pelo Instituto de Segurança Pública (ISP). Nos dez primeiros meses de 2012, foram 3.342 casos contra 3.595 no mesmo período de 2011. As 253 vítimas a menos representam uma redução de 7%.

Homicídio
Estudo mostra maior efetividade da polícia no Estado

O indicador estratégico Letalidade Violenta (que acumula os crimes de homicídio doloso, latrocínio, auto de resistência e lesão corporal seguida de morte) também apresentou queda significativa nos meses analisados, com melhor resultado de janeiro a outubro desde o ano 2000. O total de incidências em 2011 foi de 4.195, contra 3.834 este ano, o equivalente a menos 8,6%.

Segundo indicador estratégico, o Roubo de Rua foi outro ponto que registrou diminuição no número de casos, quando comparado a 2011. Foram 56.766 casos no ano passado contra 49.601 este ano. A queda de 12,6% é o melhor resultado desde 2006. O indicador inclui os crimes de roubo a transeunte, roubo de aparelho celular e roubo em coletivo. Todos apresentaram redução: roubo a pedestre, menos 10,1% ( de 46.439 para 41,737); roubo de aparelho celular, menos 20,5% ( de 4.716 para 3.749); e roubo em coletivo, queda de 26,7% (de 5.611 para 4.115).

O indicador Roubo de Veículo foi o único dos três estratégicos que apresentou um número maior de incidências no período de dez meses. Em 2011, 15.563 casos foram registrados contra 18.411 roubos este ano, um aumento de 18,3%.

Os indicadores estratégicos são usados na definição do Sistema Integrado de Metas da Secretaria de Segurança, usada para premiar as unidades policiais que apresentam melhor desempenho na redução da criminalidade. Para o segundo semestre, as metas de reduções, em relação ao segundo semestre de 2011, são: Letalidade Violenta 6,84%; Roubo de Veículo 5,61%; e Roubo de Rua 5,25%.

Polícia mais efetiva

A estatística também apontou maior produtividade no trabalho dos policiais de janeiro a outubro de 2012. Todos os quesitos apresentaram resultados positivos em comparação com o mesmo período do ano passado, com destaque para a apreensão de menores e de drogas. No período, os agentes encontraram 11.618 entorpecentes em 2012, contra 8.737 no ano passado, um acréscimo de 33%. Já no caso de adolescentes apreendidos, o número aumentou de 2.796 em 2011 para 4.253 (52,1%).

Em seguida aparecem: recuperação de veículos, aumento de 11%; cumprimento de mandado de prisão, alta de 9,5%; prisões, mais 7%; e armas apreendias, 1,8%.