RJ: presa mulher acusada de ser cúmplice de Pedro Dom

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 7 de maio de 2007 as 19:29, por: cdb

Uma mulher que seria companheira e acusada de ser cúmplice do criminoso Pedro Dom, morto em 2005 por policiais depois de uma perseguição, foi presa nesta segunda-feira. Bibiana Roma Correia, de 28 anos, que também seria ex-mulher do criminoso preso conhecido como Mauricinho Botafogo, foi presa em Copacabana, na Zona Sul do Rio. A quadrilha de Pedro Dom era considerada umas das principais em assaltos a residências no Rio.
 
Nas investigações da Polinter, Bibiana seria a mentora da quadrilha. Como tinha fácil acesso a pessoas da alta sociedade e por ser filha de um oficial de alta patente da Aeronáutica e de uma diplomata, Bibiana escolhia os alvos. Nos vários roubos efetuados em residências na área da Zona Sul, Região dos Lagos e outros estados, como Espírito Santo e Rio Grande do Sul, ela seria a pessoa encarregada de fazer o levantamento do poder aquisitivo das vítimas e dirigir o carro que levava e fugia com a quadrilha. Além disso, era ela que partilhava o produto do roubo conforme a importância e atuação de cada pessoa no crime.

Bibiana, que já esteve presa no Espírito Santo, estava foragida da justiça de Porto Alegre desde o ano passado e contra ela foram expedidos mandados de prisão por roubo, formação de quadrilha e porte de armas.