Rio terá I Circuito das Ilhas Cariocas de Canoa Havaiana

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 23 de setembro de 2009 as 10:44, por: cdb

Os principais nomes do remo estarão reunidos em um dos mais conhecidos e charmosos cartões postais do Brasil, a orla da Zona Sul do Rio de Janeiro e as Ilhas Cagarras, na saída da Baía de Guanabara para o Oceano Atlântico, entre os dias 10 e 12 de outubro. Nestes dias acontece o I Circuito das Ilhas Cariocas de Canoa Havaiana.

A competição é a última etapa do Campeonato Brasileiro de 2009 na modalidade OC6 (seis pessoas) e também valerá para o ranking nacional de OC1 (individual) e OC2 (dupla). As disputas serão realizadas nas categorias: masculina, feminina, máster, estreante e mista (essa última apenas para OC2).

Entre os cerca de 200 atletas inscritos, destaque para Sebastian Cuattrin, integrante da seleção brasileira de canoagem de velocidade há 20 anos e ganhador de 9 medalhas em Jogos Pan-americanos, e Dani Genovesi, a primeira latino-americana campeã do Race Across America (RAAM), a mais desgastante maratona ciclística do mundo.

No circuito de OC6, que acontece no dia 10, os competidores vão largar do Posto 6, seguir para o Leme, passando por toda a praia de Copacabana, contornar as Ilhas Cagarras em direção ao Leblon e voltar ao Posto 6 explorando a orla de Ipanema, em um belíssimo percurso de 24km. Já na prova de OC1/OC2, que acontece dia 12, os atletas sairão do Posto 6, contornarão as Cagarras e voltarão para o Posto 6 . A distância total é de 15km.

Atualmente, mais de 400 remadores, distribuídos em 18 clubes participam das competições realizadas anualmente. As etapas que compõem o Campeonato Brasileiro são realizadas nas principais áreas de concentração do esporte: Rio de Janeiro, São Paulo e Santa Catarina. A expectativa para a etapa carioca é de que esta seja a prova com maior número de canoas já realizada no país. Na competição de 0C6 serão 28 equipes, com 168 atletas. Já nas disputas de 0C1 e OC2, mais de 50 equipes estão confirmadas.

De São Paulo, mais precisamente de Santos, presença confirmada da TriboQPira, pentacampeã brasileira na OC6 com 100% de aproveitamento neste ano. A equipe vai representar o Brasil na HaawaikiNui Va’a, maior e mais difícil prova de longa distância do mundo, noTahiti, em novembro. Também vale destacar a participação da equipe Matero Atenah, formada apenas por mulheres, e  a equipe carioca Praia Vermelha Va’a Club, campeã em 2008.