Rio apresenta ‘O Princípio de Arquimedes’

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 5 de setembro de 2017 as 08:46, por: cdb

É a primeira encenação no Brasil para o texto premiado do autor catalão, um dos principais nomes da cena contemporânea. Helena Varvaki, Cirillo Luna, Gustavo Wabner e Sávio Moll formam o elenco da montagem, a terceira da Lunática Companhia de Teatro e da Territórios Produções Artísticas, que comemora cinco anos de trabalhos teatrais

Por Redação – do Rio de Janeiro:

A Lunática Companhia de Teatro e a Territórios Produções Artísticas montam o terceiro espetáculo de seu repertório com a estreia nacional da peça O Princípio de Arquimedes, texto premiado do autor catalão Josep Maria Miró, na próxima sexta-feira, às 20h, no Sesc Tijuca. Ao lado da atriz convidada Helena Varvaki estão os atores Cirillo Luna, Gustavo Wabner e Sávio Moll. O texto já foi montado em países como Argentina, México, Reino Unido, França, Itália, Estados Unidos, Chipre, Grécia, Alemanha, Rússia, Croácia, Uruguai e Porto Rico.

“O Princípio de Arquimedes”, texto premiado do autor catalão Josep Maria Miró

Perturbadora em sua construção, a trama de O Princípio de Arquimedes gira em torno dos acontecimentos após um gesto de carinho de um professor de natação infantil em seu aluno. O cenário é o vestiário da escola aonde, supostamente, pode ter ocorrido um crime. Ou não. A direção é de Daniel Dias da Silva. A temporada é de sexta-feira a domingo, às 20h, até 1º de outubro.

A trama

O autor Josep Maria Miró apóia a trama de O Princípio de Arquimedes no ritmo vertiginoso da circulação de informações nos dias atuais. O mesmo ritmo vertiginoso aguça a atenção do público que vai acompanhando a construção da história, ou da versão da verdade, até a conclusão da narrativa. Aspecto que, de imediato, capturou o diretor Daniel Dias da Silva, autor da tradução do texto.

– Trata-se de um espetáculo instigante e moderno, premiado e montado em diversos países; que provoca o espectador a cada cena, estimulando a reflexão sobre o mundo que queremos para nossos jovens e o modelo de educação que desejamos – destaca.

O Princípio de Arquimedes é o terceiro trabalho da Lunática Companhia de Teatro e da Território Produções Artísticas; que une Gustavo Falcão e Daniel Dias da Silva; depois das montagens bem-sucedidas de Matador; do venezuelano Rodolfo Santana, sob direção de Susana Garcia e Hérson Capri, em 2012; e Esse Vazio, do argentino Juan Pablo Gómez, direção de Sergio Módena, de 2016.

Acontecimentos

O Princípio de Arquimedes acontece entre idas e vindas na cronologia dos acontecimentos, guiados pelos diálogos entre os personagens Ana (a diretora da escola de natação, papel de Helena Varvaki), Rubens e Heitor (professores de natação, interpretados por Cirillo Luna e Gustavo Wagner) e David (pai de um aluno, interpretado por Sávio Moll).

Pode um gesto de carinho de professor para com um de seus alunos acender todos os alarmes de segurança da sociedade? Quantas versões e pontos de vista compõem a verdade? Devemos nos apoiar na primeira impressão para julgar e condenar alguém? Um comentário numa rede social pode ser determinante para incriminar alguém?  Essas e outras respostas o espectador terá que buscar e encontrar em O Princípio de Arquimedes.

Ficha Técnica:

O Princípio de Arquimedes 

Autor: Josep Maria Miró 

XXXVI Prêmio Born de Teatro (Espanha)

Tradução e Direção: Daniel Dias da Silva

Um espetáculo da Lunática Companhia de Teatro e da Territórios Produções Artísticas Ltda.

Elenco: Helena Varvaki (atriz convidada), Cirillo Luna, Gustavo Wabner e Sávio Moll 

Cenografia: Cláudio Bittencourt

Figurinos: Victor Guedes 

Iluminação: Walace Furtado

Preparação Corporal: Sueli Guerra 

Design gráfico: Gamba Junior 

Assistente de Figurino: Camila Scorcelli 

Assistente de Iluminação: Vilmar Olos 

Cenotécnico: André Salles 

Fotos e imagens: Zero8Onze (Aguinaldo Flor / Fernando Cunha Jr.)

Assessoria de Imprensa: Mônica Riani

Estagiário de Direção e Produção: Daniel Mello

Produção Executiva: Leticia Reis 

Direção de Produção: Daniel Dias da Silva e Gustavo Falcão

Realização: Sesc 

Serviço:

O Princípio de Arquimedes

Sinopse: No ambiente clorado e asséptico de uma escola de natação infantil, o gesto de carinho de um professor com um de seus alunos gera uma onda de medo e preconceitos. O premiado texto do catalão Josep Maria Miró instiga o espectador a fazer seu próprio julgamento.

Estreia dia 8 setetembro, às 20h.

Temporada: 8 setembro a 1 outubro – Sexta-feira a Domingo 20h

Sesc Tijuca _ Rua Barão de Mesquita, 539. Tijuca Telefone: (21) 3238-2139.

Classificação etária: 16 anos. Duração: 80 minutos.

Ingresso: R$ 25

Lotação: 228 lugares.

Estação Uruguai do Metrô.