Rio 2012 prejudicada por dívida com COI

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 5 de dezembro de 2003 as 15:57, por: cdb

A candidatura do Rio de Janeiro à sede dos Jogos Olímpicos de 2012 está ameaçada em virtude de uma dívida do governo brasileiro com a Agência Mundial Antidoping (AMA), informou nesta sexta-feira o Comitê Olímpico Internacional (COI). A advertêcia feita pela entidade se dá em razão do COI levar em conta esse critério na escolha de uma futura sede. Estima-se que o Brasil deva à AMA US$ 121 mil.

Perder a chance de ser sede dos Jogos Olímpicos está entre algumas das punições aos países devedores, aprovadas pelo COI. Se dependesse exclusivamente da AMA, os países em débito com a entidade poderiam até ter boicotadas suas bandeiras e hinos, durante as competições.

Mas o COI aliviou e descartou essa medida, entendendo que os atletas nada têm a ver com a “negligência governamental” de seus países. No entanto, o COI não pretende convidar as autoridades públicas de países que não estiverem em dia com a AMA. “Confiamos e esperamos que não haja razões para tomarmos essa medida”, disse Giselle Davies, diretora de comunicação do COI.

A AMA calculou receber em 2003 cerca de US$ 20,2 milhões, sendo que US$ 10,1 milhões desse valor seriam provenientes dos governos de todo o mundo. Até o momento só receberam US$ 6,6 milhões. Alguns países, candidatos aos Jogos, já acertaram suas pendengas. São eles em US$: Havana (6.162), Paris (596.589), Leipzig (596.589), Moscou (596.589), Madri (279.223), Londres (596.589) e Istambul (145.140).

Mas o Brasil não está só nessa. Os EUA devem e muito à entidade e pode também ter sua candidatura (Nova York) prejudicada. Segundo o COI, os norte-americanos devem aproximadamente US$ 1 milhão.