Retrocesso em negociação com palestinos faz Israel paralisar retirada de tropas em Belém

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 27 de outubro de 2001 as 17:21, por: cdb

O governo de Israel suspendeu por tempo indeterminado a retirada de suas tropas das cidades de Belém e Beit Jala, na Cisjordânia. A retirada deveria começar neste sábado. Mas durante o dia ocorreram diversos confrontos entre israelenses e palestinos na Cisjordânia, o que, segundo um porta-voz do primeiro-ministro Ariel Sharon, foi o motivo da suspensão.

Em Belém, houve uma pesada troca de tiros entre canhões israelenses e palestinos armados com metralhadoras, de acordo com testemunhas. Segundo fontes médicas locais, pelo menos quatro palestinos ficaram feridos nos confrontos deste sábado em Belém.

Reunião

Pouco antes das trocas de tiros, representantes de ambos os lados haviam se reunido para combinar como seria feita a retirada gradual de tropas israelenses dos territórios palestinos ocupados nos nove dias anteriores.

Neste período, pelo menos 40 palestinos foram mortos em choques com soldados israelenses. A ocupação das áreas controladas pelos palestinos aconteceu depois do assassinato do ministro do Turismo de Israel, Rehavem Zeevi, pela Frente Popular pela Libertação da Palestina.

Desde o começo das invasões, o governo israelense vem sendo criticado pela comunidade internacional, incluindo os Estados Unidos.