Requião rebate acusações de nepotismo e promete vingança

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 10 de novembro de 2003 as 18:38, por: cdb

O principal assunto da reunião do governador do Paraná, Roberto Requião, com o secretariado, nesta segunda-feira, no Museu Oscar Niemeyer, em Curitiba, foi a reportagem da Folha de São Paulo, publicada neste domingo, onde o governo é acusado de nepotismo. Segundo o jornal, o governador do Paraná emprega 26 parentes.

O governador Roberto Requião rebateu às críticas e acusou o governo anterior, Jaime Lerner, de gastos desnecessários. Ele disse: “pior que contratar parentes é contratar maus administradores”. Segundo ele, o critério de contratação é a confiança pessoal e por isso tem dois irmãos como secretários. Eduardo Requião, no Porto de Paranaguá, e Maurício Requião, na Secretaria de Educação.

Requião disse ainda que a denúncia foi feita por seus adversários e terminou seu discurso prometendo vingança.