Renato Rabelo: FHC, o testa de ferro das elites conservadoras 

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 4 de setembro de 2012 as 12:55, por: cdb

“Uma postura petulante”, foi como descreveu Renato Rabelo, presidente do Partido Comunista do Brasil (PCdoB), a criticar a manifestação do ex-presidente tucano Fernando Henrique Cardoso através dos diários Estadão (São Paulo) e o Globo (Rio de Janeiro). 
Segundo Renato Rabelo, FHC é um figura que já foi derrotada nas urnas mais de uma vez e está inscrito no rol dos piores e mais nefastos presidentes de nossa história. Renato afirma que “FHC está a serviço de uma elite reacionária e conservadora, que tem na chamada mídia golpista um de seus principais pilares”.

Leia também:

A herança maldita de Fernando Henrique Cardoso

O presidente do PCdoB lembra que nem as elites e nem a mídia aceitaram, ou aceitam, o processo de mudança que se instaurou no Brasil a partir do dia 1° de janeiro de 2003.

“Para eles um metalúrgico receber a faixa presidencial foi uma ofensa. Para eles ver eleita a 1ª mulher presidenta foi outro choque. Para nós significa o avanço das forças populares e progressistas, e esta história nem o Estadão, nem o Globo e nem a Folha poderão reescrever”, reafirmou Renato Rabelo.

Renato ainda afirmou que “com elegância a presidenta da República respondeu rápido e bem a iniciativa petulante de FHC. Dilma reafirmou o que nós já sabemos e vivemos, Lula mudou a rota da história desse país. Ou será que FHC esqueceu que entregou junto com a faixa presidencial um país quebrado, insolvente e com interferências externas constantes, a exemplo do papel do FMI? Nós não esquecemos”, relembra Renato.

Acompanhe a íntegra do programa:

Programa Palavra do Presidente

 

..