Relatório sobre sindicância de ACM sai em sete dias

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 15 de abril de 2003 as 20:40, por: cdb

A sessão do Conselho de Ética do Senado que ouviu nesta terça-feira a defesa escrita do senador Antonio Carlos Magalhães (PFL-BA) no caso das escutas telefônicas ilegais e decide o fim da sindicância – ou seja, o depoimento escrito de ACM é o último passo da investigação preliminar antes da entrega do relatório na próxima terça-feira.

A senadora Heloísa Helena (PT-AL) e o vice-presidente do Conselho, Demosthenes Torres (PFL-GO), defenderam a prorrogação dos trabalhos por uma semana, a fim de que o senador baiano pudesse responder por escrito às dúvidas que não foram contempladas na defesa desta terça-feira. Apenas os dois defenderam esta posição, sendo derrotados por 12 a 2.

O relator Geraldo Mesquita (PSB-AC) entrega o relatório dia 22. Ele vislumbra dois cenários e diz que fará uma “reflexão profunda”.

“No relatório, ou requeiro o arquivamento ou proponho abertura de processo por quebra de decoro”, disse o relator.