Refugiados morrem em naufrágio no Mar Egeu

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 27 de setembro de 2015 as 10:38, por: cdb

Por Redação, com DW – de Atenas:

A agência turca de notícias Anadolu informou neste domingo que pelo menos 17 refugiados morreram em bote que naufragou no Mediterrâneo a caminho da ilha grega de Kos.

Citando o governador da província de Mugla, Amir Cicek, a agência estatal de notícias anunciou ainda que 20 outros imigrantes, que estavam na embarcação, teriam sido resgatados pela guarda costeira turca.

Os refugiados partiram da Península de Bodrum na manhã de domingo num bote de oito metros de comprimento. De acordo com a agência de notícias DHA, trata-se de refugiados sírios.

As vítimas estavam a bordo de um bote que naufragou a caminho da ilha grega de Kos
As vítimas estavam a bordo de um bote que naufragou a caminho da ilha grega de Kos

Já no sábado, a Anadolu informou que a guarda costeira impediu que 31 imigrantes sírios e afegãos partissem de Bodrum rumo a Kos. Dez dos refugiados tentaram chegar à ilha grega a nado. Kos se localiza a cinco quilômetros de distância da Península de Bodrum. Outros 21 refugiados, que estavam a bordo de dois outros botes, foram impedidos pela polícia turca.

Segundo a Organização Internacional de Migração (OIM), mais de 350 mil imigrantes – muitos deles provenientes da Síria – chegaram à Grécia este ano a partir da Turquia.

Cruzando o Mediterrâneo

A guarda costeira italiana relatou neste domingo que cerca de 500 imigrantes foram resgatados no mar ao tentar cruzar o Mediterrâneo.

– O sábado foi tranquilo em geral, mas agora há mais movimento – afirmou um porta-voz da autoridade italiana.

Dos 500 mil imigrantes que arriscaram a travessia do Mediterrâneo, até agora, mais de 2,8 mil pessoas morreram ao tentar chegar à Europa.