Reformas do governo Lula é elogiado por ex-ministro da Previdência

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 2 de maio de 2003 as 15:21, por: cdb

O déficit das prefeituras e dos governos estadual e federal com o pagamento das aposentadorias dos servidores públicos deverá cair significativamente com a aprovação das propostas de reforma que o Governo Lula encaminhou nesta semana ao Congresso Nacional.

A análise foi feita por um dos maiores especialistas brasileiros no assunto, o secretário da Administração e da Previdência do Paraná, Reinhold Stephanes, que já foi três vezes ministro da Previdência Social.

– As propostas de aumento da idade mínima para o servidor se aposentar, redução do valor das pensões, definição de um teto e taxação dos inativos trarão impacto positivo imediato para as contas de todo o setor público brasileiro -, afirma Stephanes.

O governo do Paraná investe hoje cerca de R$ 100 milhões no pagamento de aproximadamente 90 mil aposentadorias e pensões, com uma situação que o secretário define como a menos grave entre todos os Estados.

– No final da próxima semana saberemos os resultados dos cálculos para verificar o impacto que a aprovação das propostas traria para o Paraná, mas já podemos adiantar que, só com a mudança na idade, vai-se reduzir muito os custos com as aposentadorias -, disse ele.