Reforma da Previdência é discutida por secretários estaduais

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 14 de março de 2003 as 17:45, por: cdb

Secretários Estaduais de Administração e Previdência e Técnicos da Previdência Social participam nesta sexta-feira, em Brasília, da 7ª Reunião do Conselho Nacional dos Dirigentes de Regimes Próprios de Previdência Social.

Com a proposta de mudanças no sistema previdenciário, apenas 6,5% dos trabalhadores do país – os servidores públicos – terão as regras para obtenção de suas aposentadorias e pensões alteradas.

Em 2002, foram gastos R$ 39 bilhões para pagar 3,2 milhões de benefícios previdenciários no setor público, enquanto que no Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) foram gastos R$ 17 bilhões para pagar 19 milhões de benefícios.

Segundo o ministro da Previdência, Ricardo Berzoini, que participou nesta sexta-feira da solenidade de abertura da reunião, com a reforma previdenciária o país terá a oportunidade de reduzir a desigualdade social e acelerar a retomada do crescimento econômico, pois o maior desequilíbrio existente hoje no Brasil atinge os regimes próprios de previdência dos servidores públicos.