Reforma da Previdência deve ser prioridade, diz Presidente do TST

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 5 de março de 2003 as 10:07, por: cdb

O presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), ministro Francisco Fausto, disse acreditar que todas as reformas na pauta de negociação do atual governo são importantes, mas ressalta que a da Previdência pede o máximo de urgência, sob pena de quebrar o Brasil. “Ou se faz uma reforma no sistema previdenciário brasileiro com a pressa que o assunto requer ou então o País vai quebrar”, afirmou.

Ainda segundo Francisco Fausto, a reforma da Previdência só poderá ser feita se o governo, empresas e os trabalhadores conseguirem encontrar uma solução solidária para o problema. “A questão previdenciária no País somente será resolvida quando todo cidadão estiver disposto a abrir mão de algum direito e partir para uma solução conjunta e solidária”, acrescentou.