Reconstrução da infra-estrutura de Tecnologia da Informação nos EUA vai custar US$ 15,8 bilhões

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 17 de setembro de 2001 as 17:48, por: cdb

Um custo estimado de US$ 15,8 bilhões. Este é o total que está sendo projetado por um relatório divulgado pela Computer Economics para a reconstrução toda a infra-estrutura de tecnologia da informação da área afetada pelos recentes atentados terroristas nos EUA. De acordo com o instituto, o estudo examinou diversos fatores e entrevistou uma série de profissionais do setor para conseguir chegar a uma análise do impacto da tragédia sobre as redes de comunicação e telefonia na ilha de Manhattan e no Pentágono.

Segundo o relatório, o impacto da tragédia resultará em gastos imediatos estimados em cerca de US$ 1,7 bilhão, sendo que nesse valor estão contabilizados a substituição de equipamentos, profissionais e empresas de serviços para o suporte à recuperação da infra-estrutura. “Mais de 25 mil profissionais de telecomunicações e de TI espalhados pelo mundo têm trabalhado intensamente para assegurar a continuidade dos serviços da região”, revelou o instituto.

O estudo aponta ainda que as empresas com atendimento ao público – o que inclui bancos e outras empresas do setor financeiro – gastarão a longo prazo em torno de US$ 8,1 bilhões para reativar sua infra-estrutura de tecnologia. Outros US$ 6 bilhões também serão necessários para reativar redes de telecomunicações, de acordo com as informações divulgadas pela Computer Economics.

“Levará semanas até que se determine a extensão dos estragos em tecnologia. Está claro, no entanto, que muitas instalações estão inoperáveis. Serão gastos anos para construir uma nova infra-estrutura”, revela o insituto.

A análise aponta ainda que aproximadamente 100 mil profissionais serão realocados temporariamente para novos escritórios, como resultado do colapso., além do fato que os custos mencionados incluem gastos com aquisição e instalação de equipamentos necessários para restabelecer as redes de telefonia e comunicação, como servidores, computadores, estações de trabalho, terminais, impressoras e outros produtos.