Rebelo acredita em acordo para votar reforma tributária ainda nesta quarta

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 3 de setembro de 2003 as 19:46, por: cdb

O requerimento do PV propondo a retirada de pauta da reforma previdenciária não atingiu o quórum mínimo para ser votado. Com isso, encerrou-se a sessão ordinária da Casa e foi convocada para mais tarde a sessão extraordinária destinada à votação da reforma tributária.

Segundo o líder do governo na Câmara dos Deputados, Aldo Rebelo (PCdoB-SP), as negociações em torno do texto estão bem adiantadas. “Acreditamos em um entendimento para votar hoje (quarta-feira) a reforma tributária”, disse ele.

O líder do PT, Nelson Pellegrino (BA), manifestou-se otimista com a aprovação, ainda nesta quarta, da reforma tributária, lembrando que a base dará de 320 a 330 votos favoráveis à matéria.

Além disso, eles contam também com votos da oposição. Na opinião de Pellegrino, os pontos que não forem acertados na Câmara poderão ser ajustados quando a reforma tributária estiver tramitando no Senado.