Rebelião em penitenciária de Manaus já dura três dias

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 6 de janeiro de 2004 as 09:59, por: cdb

 A rebelião no Conjunto Penitenciário Anísio Jobim, em Manaus, entra nesta terça-feira no terceiro dia. Os detentos fazem 71 pessoas reféns, sendo 60 parentes e 11 agentes penitenciários. Eles pedem que o governador do Amazonas, Eduardo Braga, participe das negociações.

Nesta segunda, houve tumulto na frente do local e a tropa de choque reforçou a segurança. Trezentas mulheres e nove crianças que visitavam os presos, além de três funcionários da Conap – empresa responsável pela administração do presídio – foram libertados. As informações são da Globo News.