Rebelião em Bangu 2 deixa duas pessoas feridas

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 12 de março de 2003 as 18:57, por: cdb

O Desipe (Departamento do Sistema Penitenciário) informou que a rebelião que aconteceu nesta quarta-feira por volta das 15h30, horário da visita de parentes, na Penitenciária Alfredo Tranjan (Bangu 2), zona oeste do Rio, deixou dois feridos.

O coordenador de segurança do Desipe, Paulo Roberto Rocha, sofreu ferimentos leves no braço e um preso foi atingido na perna por um tiro de borracha, quando policiais invadiram o local.

Oito visitantes e quatro agentes penitenciários foram mantidos reféns por detentos das galerias 5 e 7 – cerca de 150 rebelados. Eles foram libertados com a entrada de agentes do Desipe no local.

O preso ferido foi encaminhado ao Hospital Hamilton Agostinho Vieira de Castro, localizado no Complexo de Bangu.

Bangu 2 tem 690 detentos que cumprem regime fechado. Os presos pertencem à facção criminosa TC (Terceiro Comando), comandados pelo traficante Paulo César Silva dos Santos, 30, conhecido como Linho, que está foragido.

Nas últimas semanas, a polícia do Rio tem intensificado as operações em morros controlados por Linho, no bairro Costa Barros, na zona norte. Nove supostos traficantes ligados a Santos foram mortos durante tiroteios com policiais.