Rato pede redução dos déficits dos EUA

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 20 de setembro de 2004 as 11:08, por: cdb

 O diretor-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI) afirmou nesta segunda-feira que o cenário benigno para a economia mundial – com crescimento robusto e baixa inflação – é uma chance para os governos administrarem os desequilíbrios econômicos e os entraves para a expansão sustentável.

Para que isso ocorra, Rodrigo Rato disse que os Estados Unidos devem reduzir seus déficits fiscal e comercial, enquanto o Japão e a União Européia precisam adotar reformas estruturais.
Rato acrescentou que as economias emergentes devem acelerar o progresso na redução da fraqueza econômica e abrir caminho para o contínuo crescimento da produtividade, da criação de empregos e da redução da pobreza.