Ramos-Horta passa por nova operação

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 15 de fevereiro de 2008 as 12:34, por: cdb

O presidente do Timor Leste, José Ramos-Horta, deve ser submetido nesta sexta-feira a mais uma cirurgia e permanecerá em coma induzido até a próxima semana, pelo menos, segundo boletim do Royal Hospital de Darwin, na Austrália.

Segundo o boletim médico, o presidente timorense precisa continuar descansando e se recuperando e as equipes médicas estão satisfeitas com os progressos alcançados. Esta será a quarta intervenção cirúrgica a que Ramos-Horta é submetido desde o atentado à sua residência em Díli, na última segunda-feira.

O chefe de Estado foi ferido a tiros durante um ataque comandado por seu rival, major Alfredo Reinado, morto durante a operação.

A primeira cirurgia foi realizada na cidade de Díli, em um hospital militar. Ramos-Horta foi transferido, ainda na segunda-feira, para Darwin, onde já foi submetido a duas cirurgias.

O tenente Celestino Gomes, membro da guarda presidencial e ferido durante o ataque, também está internado no hospital australiano. Segundo o boletim médico, Gomes é continuamente observado por uma equipe de neuro-cirurgiões e seu estado de saúde continua estável.