Ramon não sabe se continua no Vasco

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 15 de dezembro de 2002 as 23:34, por: cdb

O meia Ramon afirmou neste domingo que gostaria de já ter seu destino definido para a temporada de 2003. Após se destacar pelo Vasco no Campeonato Brasileiro, o meia é considerado prioridade da diretoria do Vasco para a próxima temporada, mas ainda não foi procurado por ninguém do clube.

“Seria melhor para mim, para o Vasco e para a torcida que eu já tivesse com o contrato renovado, mas ainda não fui procurado. De qualquer forma, meu contrato vai até 31 de dezembro e até lá acredito que sentaremos e chegaremos a um acordo”, disse o meia, em entrevista exclusiva ao Pelé.Net, neste domingo.

O jogador, porém, evitou demonstrar qualquer sinal de irritação e disse ainda não se sentir desprestigiado pelo fato de o clube já ter renovado quatro contratos e anunciado cinco contratações antes de tê-lo procurado.

“Encaro com naturalidade. O negócio é aguardar eles me chamarem para conversar e tentar chegar a um acerto”, complementou.

Renovar contrato com o Vasco, no entanto, jamais foi uma tarefa fácil para Ramon, que atuou pelo clube entre 1996 e 2000 e voltou à Colina histórica no final do primeiro semestre de 2002.

Em 1999, o jogador não chegou a um acordo com o então vice-presidente de futebol Eurico Miranda – atualmente presidente do clube – e teve que deixar o hotel em Cachoeiras de Macacu, onde o clube fazia pré-temporada, em plena madrugada.