Rádio Justiça: acompanhe os destaques da programação desta quarta-feira (30)

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 29 de março de 2011 as 17:51, por: cdb

Jornal da Justiça: CNJ lança cartilhas para orientar população carcerária
Conselho Nacional de Justiça lança a “Cartilha da mulher presa” e a “Cartilha da pessoa presa”, com o objetivo de orientar a população carcerária sobre seus direitos, deveres e benefícios. Durante o lançamento, o presidente do CNJ e do Supremo Tribunal Federal, ministro Cezar Peluso, disse que a publicação deve ajudar a atenuar os males do sistema. Confira os detalhes no Jornal da Justiça, que ainda destaca: Tribunal de Justiça do Amazonas pode fechar 35 Comarcas se governo do Estado não fizer os repasses de verbas previstos no orçamento. Entenda os motivos, na entrevista com o presidente do TJ-AM, desembargador João Simões. Outro destaque: Superior Tribunal de Justiça mantém indisponíveis os bens de Flávio Maluf. O filho do deputado federal Paulo Maluf e outras pessoas respondem a uma ação civil pública de responsabilidade por atos de improbidade administrativa em função de superfaturamento de obras públicas. Jornal da Justiça, nesta quarta-feira (30), a partir das 6 horas.

Justiça na Manhã fala sobre racismo, igualdade e políticas públicas
O programa desta quarta-feira inspira-se em evento promovido pela Universidade de Brasília e pelo Instituto de Estudos Socioeconômicos para falar sobre os direitos dos negros no país. O racismo é considerado um dos principais fatores de injustiça social. Para tentar diminuir as diferenças, há uma série de programas, como ações afirmativas, política de cotas, Estatuto da Igualdade Racial, etc. O programa Justiça na Manhã antecipa as discussões previstas para o evento. Nesta quarta-feira (30), a partir das 8 horas.

Justiça na Tarde: lei garante tratamento da obesidade mórbida
A Lei n. 9.656/1998 garante a cobertura assistencial médico-ambulatorial e hospitalar para o tratamento da obesidade mórbida. Mas nem sempre os planos de saúde cumprem a determinação. Alegam problema de carência ou preexistência da doença, mas também questionam os motivos da cirurgia. Isso porque ela tem cobertura obrigatória quando se trata de questão de saúde, não de estética. Por conta disso, são muitas ações de pacientes que buscam na Justiça a garantia de seus direitos. O Justiça na Tarde destaca alguns casos e conversa com especialistas. Nesta quarta-feira (30), a partir das 14 horas.

Justiça em Cena: habeas corpus é tema da radionovela “Libera Geral”
O mordomo de Adalgisa Fontenele tem o pedido de habeas corpus acatado pelo juiz, deixando a socialite muito apreensiva. Afinal, com o empregado solto, verdades sobre um crime ocorrido na mansão podem vir à tona e comprometer toda a família. Essa é a trama de “Libera Geral”, a radionovela da Rádio Justiça, que é apresentada em diversos horários.

Rádio Justiça
Emissoras interessadas podem receber boletins diários produzidos pela Radioagência Justiça. Basta um cadastro no site. São jornais com as principais notícias do Judiciário transmitidos diariamente.

A Rádio Justiça é sintonizada em 104,7 MHz, no Distrito Federal, pelo satélite ou pelo site www.radiojustica.jus.br.

Fonte: Rádio de Justiça