Qualidade das rodovias concedidas é melhor que das administradas pelo setor público, indica pesquisa da CNT

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 24 de outubro de 2012 as 15:55, por: cdb

Sabrina Craide
Repórter da Agência Brasil

Brasília – Uma pesquisa feita pela Confederação Nacional do Transporte (CNT) sobre as condições das principais estradas do país mostra que 86,7% das rodovias concedidas à iniciativa privada, que foram analisadas, são classificadas como ótimas ou boas e 1,8% como ruins ou péssimas. Já as estradas sob gestão pública o percentual de ótimas ou boas é 27,8% e como ruins ou péssimas 34,6%.

A CNT também elaborou um ranking de 109 ligações rodoviárias, compostas por trechos de uma ou mais rodovias de grande importância para o transporte de cargas e de passageiros. As dez primeiras colocadas são concedidas ao setor privado e estão localizadas no estado de São Paulo. As dez piores ligações rodoviárias são públicas e estão principalmente nos estados do Norte e Nordeste, além de Goiás, Mato Grosso e do Tocantins.

A 16ª Pesquisa CNT de Rodovias analisou 95,7 mil quilômetros de rodovias em todo o país entre os dias 25 de junho e 31 de julho deste ano. Os pesquisadores avaliaram aspectos do pavimento, da sinalização e da geometria da via de 100% da malha federal pavimentada e das principais rodovias estaduais pavimentadas, além das rodovias concessionadas.

 

Edição: Aécio Amado