PT quer introduzir concorrência nas redes de TV

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 12 de fevereiro de 2007 as 11:19, por: cdb

O PT quer acelerar seus planos para uma reforma da comunicação de massa, apresentada em resolução aprovada pelo Diretório Nacional no último sábado. A idéia é aproveitar a revolução tecnológica, principalmente a TV digital, para introduzir concorrência no que o partido considera monopólio privado, conservador e prejudicial para o País, segundo o Jornal O Estado de São Paulo.
 
O debate em torno da reforma ganhou força após a crise do mensalão, quando o partido se considerou alvo de uma campanha injusta da mídia para desmoralizá-lo e derrotar o presidente Luiz Inácio Lula da Silva na eleição.
 
– A TV digital seria uma forma de quebrar o poder do monopólio, sem medidas administrativas – afirmou um articulador petista, de acordo com o jornal. Segundo o petista, a questão une todo o PT, desde o Campo Majoritário, considerado moderado, até a ‘extrema canhota’.
 
Entre as prioridades, destaca-se a idéia de criar uma rede pública de TV nos moldes da BBC britânica, caracterizada pela gestão pública, mas com independência editorial em relação ao governo.
 
A comissão política do PT já discutiu o assunto com o presidente. A proposta faz parte de um pacote de um ‘plano nacional de comunicação’, que ainda está em elaboração.