PT chama ataque hacker de ‘afronta à liberdade de expressão’

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 5 de outubro de 2015 as 13:30, por: cdb

O site do Partido dos Trabalhadores (PT) foi invadido, nesta segunda-feira, por hackers que deixaram na página mensagens contra a legenda. Em nota, o PT diz que “a invasão é uma afronta à liberdade de expressão e mais uma amostra da tentativa de criminalizar o PT”.

PT
Alberto Cantalice, vice-presidente do partido, disse que “o Partido dos Trabalhadores seguirá cada vez mais firme em defesa da democracia

Na nota, o Partido dos Trabalhadores informou que o setor de informática do partido “detectou o redirecionamento do domínio nas primeiras horas desta segunda e, desde então, trabalhou para reverter a situação. O problema já foi resolvido com o registro.br e em até 24h todos os computadores conseguirão acessar normalmente o site”.

A nota assinada por Alberto Cantalice, vice-presidente do partido, “o Partido dos Trabalhadores seguirá cada vez mais firme em defesa da democracia e do Estado de Direito”.

Ataque à sede do PT em março

No início do ano, um artefato, que seria um coquetel molotov, destruiu parte da porta principal da sede do Partido dos Trabalhadores, em São Paulo. Móveis e documentos também chegaram a ser destruídos. O ataque não deixou feridos. Incidente foi o segundo contra diretórios do Partido dos Trabalhadores em menos de um mês.

De acordo com o site do partido, não havia ninguém no imóvel durante o ataque. O presidente municipal da legenda em São Paulo, Paulo Fiorilo, considerou o incidente parte de uma “onda de intolerância e ódio contra o PT”.

Este é o segundo ataque a diretórios do Partido dos Trabalhadores em menos de um mês. No dia 15 de março, data em que manifestantes contra o governo foram às ruas, a sede do PT em Jundiaí, interior de São Paulo, também foi alvo de um coquetel molotov.