PSOL pede abertura de investigação para apurar envolvimento de Cachoeira com governo do DF

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 17 de abril de 2012 as 15:11, por: cdb

Roberta Lopes
Repórter da Agência Brasil

Brasília – O PSOL do Distrito Federal (DF) entrou hoje (17) com um pedido de abertura de comissão parlamentar de inquérito (CPI) na Câmara Legislativa do Distrito Federal para apurar denúncias de favorecimento a pessoas ligadas ao empresário Carlos Augusto Ramos, conhecido como Carlinhos Cachoeira, por autoridades do governo do Distrito Federal.

Segundo o presidente do partido no DF, Antonio Carlos de Andrade, os fatos divulgados pela imprensa justificam a abertura de uma investigação.

“Há indícios fortes de envolvimento do governador Agnelo Queiroz e de parte de seus auxiliares com esse esquema comandando pelo Carlinhos Cachoeira, seja pela participação de empresas no governo do DF, sob o controle do bicheiro, seja em outras situações graves de propina sendo distribuída a agentes públicos”.

Andrade disse que o pedido do partido reforça os pedidos feitos por movimentos sociais e do presidente da Câmara Legislativa do DF, Cabo Patrício (PT-DF). “Queremos que a sociedade conheça a fundo o que está se passando no governo e se houver culpados, que sejam punidos”.

O Comitê Ficha Limpa e o Movimento Adote Um Distrital do Distrito Federal também protocolaram na Câmara Legislativa ontem (16) um pedido de impeachment do governador Agnelo Queiroz.

Segundo informações divulgadas na imprensa, diálogos gravados pela Polícia Federal, com autorização judicial, indicam que a Construtora Delta pagou propina para receber o pagamento de serviços prestados ao governo do Distrito Federal. A construtora é responsável pela coleta de lixo em Brasília. Cachoeira está preso por envolvimento em jogos ilegais.
 

Edição: Rivadavia Severo