PSDB ameaça votar contra Previdência

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 25 de novembro de 2003 as 17:16, por: cdb

Reagindo à declaração do líder do PMDB, Renan Calheiros (AL), que acusou o governador de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB), de atrapalhar o acordo para votar a reforma da Previdência, o líder do PSDB, Arthur Virgílio (AM), disse que seu partido não vai aceitar ataques a um companheiro e ameaça fechar questão contra a reforma da Previdência.

Mais cedo, Renan disse que ainda não havia acordo sobre o subteto do funcionalismo nos estados por causa do governador mineiro e chegou a dizer que Aécio estava querendo “ser Tiradentes com a cabeça do servidor público” por insistir no subteto único nos estados.

Líderes do governo e da oposição estão reunidos no gabinete do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), discutindo os procedimentos da votação. O governo já concordou com a votação em separado de oito itens, que incluem a paridade entre ativos e inativos, regras de transição, isenção para aposentados com mais de 70 anos, subteto salarial nos estados e a livre escolha dos fundos de pensão.