‘Provisoriamente’ EUA se declaram livres da vaca louca

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 3 de janeiro de 2004 as 21:57, por: cdb

Os Estados Unidos poderão declarar-se ‘provisoriamente’ livres da vaca louca caso seja provado que o gado doente achado no país era importado, o que pode acontecer na próxima semana.

Pelos critérios da Organização Mundial de Saúde Animal, um país pode ser classificado como ‘provisoriamente” livre da vaca louca se a doença for encontrada em gado de origem estrangeira e se forem feitos esforços máximos para eliminar o mal.

Na próxima semana, dois testes de DNA devem revelar se a vaca que apresentou a doença nasceu no Canadá. Vários países, entre eles o Brasil, interromperam as importações de carne americana depois do anúncio da contaminação, no estado de Washington.

Para grupos de defesa do consumidor, a medida pode prejudicar a credibilidade da administração americana.

As pessoas que consomem a carne de animais contaminados correm o risco de contrair uma variação humana da doença. A vítima pode ter degeneração cerebral. Cento e trinta pessoas já morreram da doença, a maioria na Grã-Bretanha.