Propriedade Intelectual é questão crucial nas relações Brasil/EUA, diz embaixador

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 14 de setembro de 2004 as 21:58, por: cdb

O representante dos Estados Unidos nas negociações da Área de Livre Comércio das Américas (Alca), Peter Algeier, também vai tratar de um assunto delicado nas relações comerciais de seu país com o Brasil: a propriedade intelectual.

Para o embaixador norte-americano no Brasil, Peter Danilovich, esta é uma questão crucial que precisa ser devidamente equacionada, já que envolve questões criminais. “E é um crime que afeta, evidentemente, muitas indústrias, como é o caso em particular da indústria farmacêutica. Mas afeta também as atividades intelectual, cultural e artística, em todos os países”, disse.

O embaixador adiantou que Algeier tratará da possibilidade de reduzir, eliminar ou erradicar os crimes contra a propriedade intelectual. “São milhões e milhões de dólares, mais precisamente cerca de US$ 800 milhões por ano, que as empresas americanas perdem com o desrespeito aos direitos intelectuais no Brasil”.