Projetos de sustentabilidade rendem prêmio para escolas de Vila Velha

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 12 de março de 2012 as 10:01, por: cdb

Duas unidades de ensino de Vila Velha foram escolhidas como vencedoras do Prêmio “Faz Bem Cuidar” 2011, promovido pela Nestlé, por serem escolas públicas que dão exemplo no que diz respeito à promoção e a disseminação da sustentabilidade socioambiental dentro do ambiente acadêmico. As escolas serão premiadas com o valor simbólico de dois mil reais, que deverá ser investido nas ações pedagógicas dos respectivos projetos desenvolvidos por elas e que concorreram ao prêmio, em cerimônia a ser realizada na próxima quarta-feira (14), no Centro Esportivo Garoto (CEG), às 16h30.

As escolas vencedoras são a Unidade Municipal de Ensino Fundamental (UMEF) Antônia Malbar, em Ilha das Flores, com o projeto “Cuidar do meio ambiente e da natureza humana”; e a UMEF José Siqueira Santa Clara, em Ataíde, com o projeto “Sustentabilidade: educação para a vida”. Além dessas escolas, a UMEF Emília do Espírito Santo Carneiro, em Vale Encantado, foi homenageada com o recebimento de Menção Honrosa pelo projeto “A construção de saberes ambiental”.

Na solenidade de entrega de prêmios, as unidades vencedoras estarão representadas por, aproximadamente, 35 alunos de cada UMEF e pelos respectivos professores envolvidos nos projetos. Também deverão estar presentes na cerimônia os diretores e professores das mais de dez escolas de Vila Velha que participaram do projeto, para recebimento de Certificados de participação; a Secretária de Educação do município, Wanessa Zavarese Sechim; representantes da Fundação Nestlé, da Chocolates Garoto, entre outros.

O objetivo da premiação é o de promover a sustentabilidade, incentivando a criação de projetos que trabalhem a preservação ambiental nas salas de aula e incorporem hábitos saudáveis à vida dos alunos e de seus familiares.

Os projetos vencedores

UMEF Antônia Malbar – “Cuidar do meio ambiente e da natureza humana”

O objetivo do projeto, segundo a diretora da escola, Valdete Rondelli do Nascimento, é o de proporcionar aos alunos diversidades de experiências e incentivar a participação, para que eles possam ampliar a consciência sobre as questões relativas à natureza humana e ambiental e, assim, assumir de forma independente e autônoma atitudes e valores voltados à sua proteção e melhoria.

Foram desenvolvidas atividades com cerca de 350 alunos, distribuídos em 13 turmas, do 1º ao 5º ano, por área do conhecimento e feito o acompanhamento e avaliação dos trabalhos desenvolvidos por meio de reuniões, considerando a postura dos alunos, funcionários e comunidade envolvida em relação aos objetivos propostos. Entre as ações promovidas, destacam-se a construção do jardim de flores, separação do lixo reciclável, pintura do muro, visitação ao mangue e também conscientização para o perigo de deixar água parada.

A diretora Valdete está feliz com o prêmio, mas destacou que o que fica de bom são as pequenas atitudes. “É um trabalho contínuo, que não termina no fim do ano, porque envolve mudança de hábitos. É gratificante ver a escola limpa e os alunos com a consciência de respeito ao próximo”, comemorou.

UMEF José Siqueira Santa Clara – “Sustentabilidade: educação para a vida”

Este trabalho envolveu subprojetos que trabalharam diversas temáticas ligadas à sustentabilidade. As ações foram desenvolvidas conforme as idades das turmas. Enquanto algumas séries produziram doces com casca de banana e aperitivos com semente de abóbora, outras produziram cartazes de conscientização e visitação ao rio da região.

O projeto proporcionou oportunidade aos alunos, familiares e comunidade escolar de atuarem de forma participativa no ambiente em que vivem, por meio da criação de instrumentos que possibilitaram disseminar e apoiar práticas relacionadas ao consumo consciente e sustentável na comunidade escolar e fora dela.

De acordo com Letícia Araújo Schimid, os trabalhos vão continuar. “Ainda há ações a serem desenvolvidas, principalmente as atividades de conscientização do bairro. Vamos continuar com essas ações na escola”, explicou Letícia.

UMEF Emília do Espírito Santo Carneiro – “A construção de saberes ambiental”

O projeto foi voltado a temas como a destinação correta dos resíduos sólidos; a necessidade de se estabelecer uma relação sustentável com os recursos naturais; e a conscientização de que o mundo inteiro é nossa casa.

No decorrer do projeto, foram realizadas apresentações de documentários e de peças teatrais, produção de jornal, oficinas de leitura e escrita, além de ações de conscientização quanto à conservação da limpeza da escola, entre outras.

O projeto em Vila Velha

O Projeto Faz Bem Cuidar é uma iniciativa da Nestlé, trazida para Vila Velha pela Chocolates Garoto, em parceria com a Secretaria de Educação de Vila Velha (Semed). A primeira etapa foi realizada em 2010 e consistiu na seleção das 15 escolas da rede municipal para concorrerem ao prêmio.

Trinta profissionais da rede participaram de uma capacitação de dois dias, no Clube da Garoto. Durante o encontro, professores e equipes pedagógicas receberam formação sobre conceitos de preservação ambiental com o apoio de materiais didáticos, como cartilhas e jogos educativos. Eles foram treinados por consultores da Fundação Nestlé que desenvolvem as capacitações referentes ao projeto em todo o País.

O Projeto Nestlé Faz Bem Cuidar já atendeu, desde 2009, 816 escolas em todo o Brasil. Foram mais de 220 mil alunos envolvidos em projetos de sustentabilidade que continuam gerando resultados. Todo o programa é gratuito, sem nenhum custo para a Secretaria Municipal de Educação.

 

 

Informações à imprensa:

Assessoria de Comunicação Semed

Geiza Ardiçon

27 3389-7265 / 9854-8566