Projeto recebe R$ 4 milhões para financiar setor pesqueiro

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 17 de novembro de 2003 as 19:32, por: cdb

O Programa Multiplicar do governo fluminense, de incentivo à piscicultura e aqüicultura, terá R$ 4 milhões em 2004 para financiar a atividade.

O anúncio foi feito durante o I Seminário Internacional de Aqüicultura e Pesca, pelo secretário estadual de Agricultura, Abastecimento, Pesca e Desenvolvimento do Interior, Christino Áureo, que representou a governadora Rosinha Matheus.

– Estamos fazendo esforços importantes, com recursos do Tesouro Estadual. Na fruticultura, por exemplo, já aplicamos cerca de R$ 30 milhões. Para o Programa Florescer, a aplicação é de R$ 2 milhões, valor igualmente disponível no Cultivar Orgânico, de incentivo à produção agrícola sem o uso de insumos sintéticos – revelou.

Segundo ele, o governo vai disponibilizar R$ 4 milhões para o Programa Multiplicar, que terá juros de 2% ao ano, com até 60 meses para pagamento e até 20 meses de carência. Segundo Áureo, o teto financiado por produtor deve ser de cerca de R$ 50 mil.

Áureo lembrou os avanços obtidos pelo setor de pesca no Rio, que contribuem para agregar valor à atividade.

– Nossa Escola de Pesca, em São Gonçalo, é um exemplo concreto do acerto na política para o setor. Estamos profissionalizando, gratuitamente, em mecânica naval, processamento do pescado, informática, meio ambiente e culinária do pescado – disse Áureo.

Ele adiantou que, no próximo ano, a escola contará também com os cursos de navegação e de alfabetização de adultos, o BB-Educar, em parceria com o Banco do Brasil.

O secretário destacou a aprovação, pela Assembléia Legislativa, da primeira lei de proteção e defesa do agronegócio fluminense (Lei nº 4.177), que concede incentivos para o crescimento da produção da agricultura familiar e da agroindústria do estado, além de beneficiar o setor pesqueiro e as demais cadeias produtivas.