Projeto Gente que Lê chega à Cristiano Viera da Silva

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 26 de março de 2012 as 11:19, por: cdb

Marô abriu o evento falando do objetivo do projeto e sua importância para com a educação de todos. “O Gente que Lê é uma iniciativa de promoção da leitura, através do enriquecimento do acervo das bibliotecas escolares e do contato autor e leitor”, explica. A escritora também acrescenta que pode ser um recurso para suprir a curiosidade dos alunos em relação aos mistérios escritos nas obras. “Ele só vem a acrescentar na educação de nossos jovens, que hoje em dia necessitam de incentivo para começarem a sentir prazer pela leitura”, completa.

Hermes Bernardi Júnior, 46 anos, nasceu em São José do Ouro (RS). Tornou-se escritor profissional aos 32 anos. Atualmente, cursa Ciências Sociais, que acredita ser de grande acréscimo para a sua carreira de escritor. “Nas minhas obras, demonstro minha paixão pela leitura, e isso se reflete nas pessoas que as lêem”, comenta.

Desde os seus 18 anos trabalha com o incentivo à leitura e pode garantir que a literatura amplia o olhar sobre o mundo, para o mundo, e a respeito de si. “Através da leitura, acabamos nos modificando. Acredito que essas mudanças acabam influenciando positivamente em nossas vidas, pois ler alivia as dores e nos deixa mais tranquilos”, fala. Em relação ao projeto, Júnior sente-se feliz em poder estar participando e acredita ser de suma importância, pois traz comunicação entre o autor e o leitor.

Para a diretora da escola, Rosa Vargas, o projeto envolve os alunos para a leitura. “Nossos jovens precisavam de motivação e esse projeto trouxe isso. Diante disso, só me resta parabenizar a secretaria pelo Projeto Gente que Lê e continuar com essas práticas aqui dentro da escola”, encerra. O projeto Gente que Lê ainda possibilita aos alunos decorar sua escola com trabalhos referentes às obras do autor convidado, fazendo assim uma grande exposição.

Na ocasião, representando a Secretaria de Educação, estiveram presentes, a assessora pedagógica da escola, Vera Leal, a coordenadora das Bibliotecas, Sônia Barbosa, e Antônia Sanguiné, do departamento Pedagógico.

 

Texto e fotos: Tamires Fonseca