Programa Saúde é Atitude reúne mais de 2 mil pessoas na Pampulha

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 17 de abril de 2012 as 14:59, por: cdb

Cerca de duas mil pessoas, entre crianças, adultos e idosos, prestigiaram a edição especial do Saúde é Atitude, evento promovido pela Secretaria Municipal de Saúde (SMSA) na sexta-feira, dia 13, no Parque Ecológico da Pampulha, em homenagem ao Dia Mundial da Saúde, celebrado no dia 7. A SMSA teve como parceiros na realização do evento o Vicariato Episcopal, Serviço Social do Comércio (Sesc), Associação Médica de Minas Gerais, Universidade Fumec, Sest/Senat e escolas municipais.

Diversas atividades de promoção à saúde foram oferecidas no Saúde é Atitude. A população aferiu a pressão arterial, mediu o índice de massa corporal (IMC) e fez teste de glicemia capilar. Foram distribuídas cartilhas educativas, com orientações sobre prevenção de DST/Aids, preservativos, além de informações sobre zoonoses, vigilância sanitária e dicas sobre escovação de dentes e orientações nutricionais e fisioterápicas.

A Rua de Lazer do Sesc fez a alegria da criançada, com atividades de entretenimento, exercícios físicos e diversão, como cama elástica, pintura nos rostos, artesanatos, muitos jogos e brincadeiras. Atrações culturais não podiam faltar e foram diversas. Participaram o grupo de percussão Fascinação e a banda Cortês, da Escola Municipal Aurélio Buarque de Holanda, o MobilizaSUS e o musical “A Pequena Sereia” foi apresentado pela Escola Integrada Aurélio Pires. O encerramento das atividades ficou a cargo da banda SUScesso.

A prática da ginástica chinesa lian gong, ministrada pela professora Marilene Botelho, abriu o evento. “Acho muito importante as pessoas cuidarem da saúde. Sempre que posso, faço exercícios físicos. Gosto de andar de bicicleta e jogar bola no final de semana. Além dos esportes, faço questão de ter uma alimentação saudável”, disse Wasiton Moura, morador do bairro Minas Caixa, em Venda Nova, que trabalha no setor de limpeza do parque.

Apesar da restrição à prática de exercícios mais intensos, devido a uma cirurgia realizada há dois meses, Lucy de Jesus Braga, de 60 anos, não se conteve. “Pratico lian gong às terças e quintas-feiras desde abril do ano passado e fico mais bem disposta. O exercício também faz com que eu sinta menos dores”, afirmou.

Logo depois da ginástica oriental, a tenda armada para o evento foi tomada por uma multidão de adeptos do programa Academia da Cidade. Apesar de seus 73 anos, Palmira França de Souza mostrou um entusiasmo de adolescente e fazia bonito nos exercícios. Outra aluna que mostrava uma disposição de criança era Rosalina Maria de Jesus, 70, que acordou às 5h apenas para participar do Saúde e Atitude. Já Maria Helena Gomes Fonseca, de 58 anos, e Maria da Glória Barbosa, de 49, não perderam tempo e registraram tudo em suas câmeras fotográficas.