Programa insere portadores de deficiência no mercado de trabalho

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 1 de maio de 2003 as 02:24, por: cdb

Lançado nesta quarta-feira o Programa da Valorização Profissional da Pessoa Portadora de Deficiência, pelo ministro Nilmário Miranda, da Secretaria Especial dos Direitos Humanos.

A proposta principal do trabalho é facilitar a inserção de deficientes no mercado de trabalho. Um dos projetos, que está sendo estruturado, é a criação de um banco de talentos. Esse sistema vai disponibilizar informações sobre o perfil profissional dos portadores de deficiência que estejam à procura de emprego e também dados sobre as vagas disponíveis no mercado.

O Programa também pretende preencher cargos de direção e assessoramento superior (DAS) com quota mínima de 5% para os portadoras de deficiência e ainda a promoção de campanhas públicas dirigidas à sociedade e às instituições do mercado de trabalho.

Izabel Maior é deficiente e atua na Coordenadoria Nacional para Integração da Pessoa Portadora de Deficiência. Ela acredita que este projeto é um avanço, porque mostra que todos podem estar no mercado de trabalho, mas é importante vencer as barreiras.

– A primeira é a da atitude, do preconceito e da discriminação. Essas, a sociedade brasileira vem conseguindo ultrapassar – , afirma Izabel

Ela considera ainda que a ação mais importante é oferecer condições para que a pessoa se mantenha no mercado de trabalho assim ela poderá galgar qualquer um dos cargos.

– É a batalha da inclusão de um Brasil para todos -, completa Izabel.