Professores se unem contra o retorno de ACM e seus partidários

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 24 de outubro de 2012 as 09:12, por: cdb

Os professores de Salvador continuam do lado do candidato à Prefeitura da capital baiana, Nelson Pelegrino, do governador do estado Wagner Gomes e da presidenta Dilma Rousseff. Para eles, a volta do carlismo seria um retrocesso. Esse reconhecimento ocorreu no encontro de Pelegrino com 250 educadores das redes estadual e municipal, nesta terça-feira (23), no bairro do Garcia. Os professores se comprometeram a lutar contra o retorno ACM e seus partidários.
“O que nós vimos aqui é que os colegas que participaram da greve têm a compreensão de que não querem cair no colo do DEM, nem ajudar a trazer de volta as forças do atraso”, declarou Olívia Santana (PCdoB), vice na chapa de Pelegrino, ao relembrar os duros tempos enfrentados pelos professores na gestão Imbassahy.

De acordo com os professores, eles sofreram, além do arrocho salarial no tempo do ex-prefeito, o completo descaso na relação com a secretaria de Educação, tendo dificuldades até para marcar audiência com a titular da pasta.

Pelegrino agradeceu o encontro, e a oportunidade de conversar com os professores, e garantiu que se for eleito vai valorizar a categoria, e os demais servidores municipais. “Vou fazer uma educação de qualidade, a obrigação constitucional de destinar 25% do orçamento ao setor garante recursos da ordem de R$ 750 milhões”, disse o candidato, ressaltando que vai duplicar o número de vagas em creches e educação infantil, ampliar as escolas em tempo integral e criar o currículo de tempo integral a partir dos bairros populares.

Informações da assessoria de Nelson Pelegrino

 

..