Professora é condenada por morder aluno com fins pedagógicos

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 14 de junho de 2003 as 15:50, por: cdb

Um tribunal sueco condenou uma funcionária de uma creche a uma elevada multa porque ela mordeu um menino de dois anos para ensinar a ele a não fazer o mesmo com os coleguinhas de turma, informou neste sábado o jornal Expressen.

A corte de Skoevde (oeste) condenou a professora de 35 anos a pagar 12.000 coroas suecas (1.320 euros) ao aluno “por maus-tratos”.

O caso remonta a 11 de outubro passado, quando o menino, propenso a morder os colegas, resolveu fazer o mesmo com a professora. A educadora não teve dúvidas e aplicou na hora a Pena de Talião, mordendo o aluno no braço para ensiná-lo a não fazer mais isso.

Os pais denunciaram o fato à direção, que repreendeu a funcionária. Três dias mais tarde, a professora repetiu o gesto, pois o menino havia mordido um coleguinha no rosto. Só que, dessa vez, ela fez questão de deixar as marcas dos dentes na pele do menino.

Agora o pequeno mordedor pode ficar tranqüilo porque a professora, além de ser multada, apresentou sua demissão e deixou a creche.