Produtores fluminenses discutem normas para exportação de frutas

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 23 de maio de 2003 as 12:04, por: cdb

A produção de frutas no Estado do Rio se prepara para atender às exigências do mercado internacional. Cada vez mais freqüentes, as exportações desses produtos fluminenses para a Europa precisam se adaptar para cumprir as normas estabelecidas pelo comprador.

A Produção Integrada de Frutas (PIF) será um dos temas do III Encontro de Fruticultura Irrigada, que acontecerá no Centro Federal de Educação Tecnológica (Cefet)de Campos, na Região Norte, nos próximos dias 29 e 30 de maio, promovido pela Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan) e pelo governo estadual.

Normas Internacionais

O assunto vai tratar da discussão das normas que serão estabelecidas pelo Ministério da Agricultura para a certificação de frutas tropicais voltadas para a comercialização no mercado europeu. Essa legislação, que deverá entrar em vigor a partir de 2005, vai regulamentar as exigências no processo de produção para exportação, como, por exemplo, a utilização de mudas certificadas e minimização do uso de fertilizantes, entre outras.

De acordo com o secretário de Agricultura, Abastecimento, Pesca e Desenvolvimento do Interior, Christino Áureo, o volume crescente da exportação de frutas do estado para o exterior é um fator de indução para a qualidade. O esforço exportador fará com que o padrão de qualidade para o mercado interno também seja aumentado.