Produtividade policial é destaque em áreas com UPPS

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 4 de novembro de 2015 as 13:59, por: cdb

Por Redação, com ACS – do Rio de Janeiro:

Policiais militares lotados nas Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) prenderam 1,8 mil pessoas e apreenderam 832 menores de idade, entre janeiro e outubro deste ano,. Este é o primeiro ano que a Coordenadoria de Polícia Pacificadora (CPP) realiza este tipo de levantamento. Em dez meses, 294 quilos de drogas e 162 armas foram encontradas, além de 702 veículos recuperados.

Levantamento inclui número de prisões e apreensões dos últimos 10 meses
Levantamento inclui número de prisões e apreensões dos últimos 10 meses

De acordo com o major Ivan Blaz, porta-voz da Polícia Militar, os dados são resultados da capacitação dos agentes e das políticas de proximidade. O treinamento da tropa teve como resultado imediato a melhoria do trabalho policial, que conseguiu atingir esses números positivos. Além disso, retomamos políticas de proximidade, como as reuniões dos Conselhos Comunitários de Segurança, que permitem maior interação com a população. A tropa estabeleceu uma relação de confiança com a comunidade pela convivência diária. Com isso, passamos a receber informações importantes que ajudam no nosso trabalho – explicou o major.

Os projetos sociais realizados em parceria com instituições e empresas públicas e privadas são outra forma de aproximação com a população, principalmente com os moradores mais jovens.

Apreensão de drogas cresce mais de 273%

O posicionamento de policiais em locais estratégicos nas comunidades também contribui para a ampliação das prisões e apreensões de drogas, armas e réplicas.

– A partir da estratégia é possível interceptar ações criminosas no momento em que elas ocorrem e recuperar os bens roubados, identificar e prender os criminosos. Isso acontece porque, nas áreas com Unidades de Polícia Pacificadora, temos a presença constante de PMs – afirmou o porta-voz da Polícia Militar.

Os dados consolidados das áreas com UPPs apontam melhorias na produção policial entre 2007, antes do início da instalação das unidades, e 2014. A apreensão de drogas saltou de 512 quilos para 1.913 kg (aumento de 273,6%) no período.

As ocorrências em flagrante saíram de 311 para 1.104 (crescimento de 254,9%). Noventa e nove mandados de prisão foram cumpridos em 2007, contra 256, em 2014 (aumento de 169,5%).

Desde 2007, a quantidade de roubos em áreas com UPPs diminuiu. Foram 447 veículos roubados há oito anos e 86 no ano passado (redução de 80,7%); os 175 roubos em coletivos passaram para 43 (queda de 73,7%). Houve 102 roubos de celulares no ano anterior às UPPs, contra 40, em 2014 (diminuição de 60,7%); os roubos de carga passaram de 168 para 93 (redução de 44,6%). Já os roubos a transeuntes caíram de 583 para 361, no mesmo período (diminuição de 38,0%).